10 de nov de 2009

VIVENDO COM GRATIDÃO




Tornamo-nos filhos de Deus somente por meio de Jesus Cristo (João 1:12 e Hebreus 12:8), E assim ganhamos algo muitíssimo precioso... Além da vida que já temos, ganhamos ainda mais dela. Nada mais e nada menos que a certeza de um dia estarmos diante de Seu Trono e adorá-lo; não pelo que nos fez, Mas pelo que Ele é. Assim Ele é, na Sua presença, os montes se derretem como cera. (Salmo 97:5)

Bem... Ganhei Vida e ganhei nome novo;
Ganhei Esperança e alcancei Redenção;
Não paguei um centavo, um centavo sequer.
Feito Filho de Deus por recursos divinos;

Comprado por Amor e alforriado pela Justiça de Um Justo;
Esvaziar-se e entregar-se foi justamente o que Ele fez;
Entregou-se por mim; Esvaziou-se por mim; Deu-se por mim...
Voluntariamente também o seguirei.

Entregar-me-ei? Esvaziar-me-ei?
Segui-lo-ei até o fim pela certeza de vê-lo face a face?
Estar disposto a rever conceitos e opiniões?
Sim, é o que farei.

Viver... E conhecer não somente os propósitos humanos; Mas entender os propósitos de Deus para o homem.

E experimentando as formas de gratidão...
Uns se alegram, outros se abraçam;
Uns beijam, Outros apenas choram.
Há também os que vivem. Esse quero ser eu.

Viver com gratidão, dando valor a vida e ao que posso fazer...
Aprendendo como e me elegrando e me alegrar em ver
Pequenas mãos mudando o curso de rios.
Entender os motivos de estar exatamente aqui e precisamente agora.

Seria Entregar-se?
Esvaziar-se?
Dispor-se?
Expressar-se?

Condicionar-me a “ser humano” ou tornar-me filho de Deus?

Todos lutam interna e diariamente, satisfazendo dúvidas e realizando desejos. Desvendamos mistérios. Adequando-nos primeiro para sobressair-mos depois.
Daí vem o dia seguinte, a nos apresentar tudo de novo.

Não é suficiente lembrar, ou dizer... É preciso entender o que é tornar-se Filho de Deus.

Abrace, Almeje, Alcance,
Sorria, Sare, Sonhe
Corra, Cante, Contemple
Pule, Prove, Pergunte
Trabalhe, Tenha, Tente
Veja, Esforce, Levante, Faça.

Veja através do conhecimento da Verdade. (João 8:32)

E que você possa experimentar o valor, o sentido, o sentimento e o verdadeiro significado de tudo aquilo que foi criado para ser perfeito.

Se ainda tiver tempo... leia: João cap. 1 – vers. 1 ao 14

O brigado e eté o próximo.

25 de ago de 2009

ONDE ESTÃO OS EXEMPLOS?



Lendo algumas histórias e recordando o passado, tenho pensado ultimamente... Onde estão os exemplos?

Vivemos dentro de uma triste realidade, cheia de sentimentos inconstantes e instáveis. Tempo onde as pessoas se aproximam quando convêm, e tendem a admirar e desejar aquilo que o outro possui, e não o que o outro é.

Experimentamos dias enganosos e trabalhosos, onde há falta de grandes homens e pessoas de exemplo. E fico a imaginar se realmente há algum
exemplo vivo entre nós. Minha fé encoraja a crer que sim... Mesmo que pareça raro encontrar um exemplo vivo.

Exemplos da fé verdadeira.
Exemplos do amor ao próximo.
Exemplos da vida de oração.
Exemplos do companheirismo.
Exemplos da renúncia.
Exemplos da perseverança...

Em quem as crianças poderão se espelhar se até os pais tem dado mau exemplo? O que poderemos apresentar aos jovens? A quem eles desejarão imitar? Pessoas que possuem somente timbre e carisma? Espero que não, e que Deus tenha misericórdia de todos nós.

O que se santifica é taxado de careta, o que acredita que oração é coisa séria é deixado de lado, quem crê que a vida vai além de dinheiro e sexo é chamado de louco... Confesso que não entendo os padrões de hoje, não conheço mais o mundo que vivi em minha infância.

Amigo(a), se concorda comigo, e entende que há falta de
exemplos , CONVIDO VOCÊ A LEVANTAR A CABEÇA E SER O EXEMPLO QUE ESTA GERAÇÃO PRECISA.

Convido você a carregar sua cruz e cumprir seu papel de SERVO até o fim.
Convido você a ousar novamente, a levantar bem alto sua voz em favor da justiça e da verdade.
Em nome de Jesus, convido você a permanecer firme e fiel ao posto que foi chamado.

Deixemos para trás todo o pecado, embaraço e as “coisas da vida” que tão de perto nos rodeia e corramos.... Sim, corramos com certeza, alegria e convicção pela carreira que nos foi proposta.

Com os olhos fixos em Jesus, que suportou calado coisas mais terríveis que nós, e ainda assim cumpriu com alegria o que lhe cabia. Sigamos o exemplo d’Ele para que não venhamos desfalecer, desistir ou desanimar os outros durante o caminho que também percorrem.

Irmão (ã), seja o
exemplo que esta geração precisa.

Itamar Ameida.

23 de abr de 2009

Fotos Diversas - Moçambique

Olá amigos, estou postando algumas fotinhas para vocês.

As duas primeiras foram tiradas em Beira, região central de Moçambique, durante uma visita a um amigo misionário. Creio que muito em breve uma igreja será construída neste lugar. Por hora, todas as reuniões estão sendo feitas sob a sombra das árvores.


Entre as 18 horas de viagem a Beira, foram 4 paradas rápidas... Desci correndo para esticar as pernas e aproveitei para registrar os amigos vendedores. Fica na memória o grito deles:
"Cinco, cinco, cinco"
"Tá aqui refresco boss"
"Leva lá, 10 contos"

Numa quinta feira logo ápós o culto... aproveitei o clima e fui tocar uma musiquinha.

24 de mar de 2009

Relatório - Fevereiro e Março

Fevereiro e Março de 2009

Paz do Senhor Igreja!

Mais uma vez escrevo para informar sobre o dia a dia aqui do campo. Graças a Deus, temos tido vitória sobre as dificuldades que aparecem e continuamos na esperança de ver Jesus operando cada vez mais entre o povo.

Na carta de janeiro, escrevi sobre uma família que nos pediu ajuda e oração por uma mulher que estava enferma. Em nossa primeira visita, Jesus operou um milagre e vimos claramente sua melhora. Parte da família e algumas outras pessoas, porém, não aceitaram que fizéssemos orações em nome de Jesus e pressionaram a família para que não nos deixassem voltar.

A visitei mesmo sem convite, levando um pouco de comida e conversando com os donos da casa, para mostrar a eles a diferença entre o que Jesus fez e o que eles haviam conseguido fazendo seus rituais. Quando oramos e ungimos em nome de Jesus, a mulher melhorou; mas toda vez que eles faziam seus rituais e oravam aos mortos ela piorava muito... Mesmo assim, eles não aceitaram que orássemos novamente.

Assim que a família nos impediu de visitá-la, orar e ungir com óleo, a mulher começou a piorar e infelizmente veio a falecer. É triste ver isso acontecer, e mais triste ainda em saber que isso é comum por aqui. Mas a semente foi lançada sobre eles e mesmo assim, peço que continuem a orar, pois são uma família grande e bastante respeitada na região.

Mesmo que encontremos barreiras, devemos continuar anunciando o poder de Cristo e da Palavra. Pois sabemos que a obra vai ser feita, “não por força, nem por violência, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor”, e isso tanto na África quanto no Brasil.

O mundo está clamando, e precisa de quem queira anunciar a Verdade, é preciso fazer Missões... Trabalhe com esforço e perseverança, mesmo que venha de colher frutos a longo prazo pois algumas coisas acabam caminhando num ritmo pouco mais lento que esperávamos. É preciso paciência e muita oração. Jesus conta conosco.

Em breve teremos outro batismo, estamos a preparar os novos convertidos. Orem sempre pela igreja aqui, que todos os irmãos tenham força e perseverem diante de todas as lutas e problemas que surgirem.

Creio que no início de abril estarei indo ao centro e ao norte de Moçambique, para conhecer o projeto de alguns amigos. Orem para que tudo corra bem e que a viagem seja abençoada, irei de carona com um missionário brasileiro.

Tenho boas notícias quanto ao pedido que fiz no relatório passado, em relação a minha saúde e de outra missionária. Carmen já está bem melhor, e eu já estou restaurado da alergia que tive. Glória a Deus!

A igreja em Jonasse vai bem, e manda um forte “aperto de mão” para vocês. Como os africanos aqui não têm o costume de se abraçar, como nós brasileiros, então o abraço fica por minha conta mesmo.


Grande Abraço e Kanimambo!

22 de fev de 2009

PESSOAS e FAMÍLIAS


2° Tópico da Série - Realidades de Moçambique

Olá olá... na postagem anterior sobre as realidades de Moçambique, mostrei a vocês um pouco sobre valores de alimentação; agora, iremos olhar mais de perto o povo e as famílias moçambicanas e entender um pouco mais sobre como são algumas coisas por aqui.
Vamos?

Certa vez um missionário me disse – Itamar, prepare-se, pois você vai ficar apaixonado pela África e, cuidado para não esquecer seu coração aqui quando tiver de ir embora. – Aquele missionário tinha razão, é bem fácil se apaixonar pela África.
Moçambique é um bom lugar, lugar de pessoas sorridentes, alegres e de muitos sonhos. Um povo que gosta de brasileiros e sempre se entusiasmam quando falamos a respeito de nossa terra. Um povo que cativa pela sua maneira de ser.

Criança é o que não falta por aqui. Por qualquer lugar que vá, poderá encontrar meninos e meninas com um sorriso estampado no rosto e correndo pra lá e pra cá em busca de atenção ou de um simples “Alô... Tatá”.

Moçambique é também um país de jovens, pois entre seus 21,3 milhões de habitantes, 44,5% de sua população têm de 0 a 14 anos. No Brasil, por exemplo, apenas 24,9% da população estão dentro dessa faixa etária.

As famílias normalmente são grandes, e é bastante comum encontrar pais, filhos, irmãos, tios e sobrinhos vivendo sob o mesmo teto. É comum as vezes os avós criarem os netos, assim como os irmãos mais velhos se tornarem os responsáveis pelos mais novos assim que seus pais falecerem.

A liderança no lar é exercida pelo homem/pai ou o filho mais velho (em algumas regiões, é a mulher que tem voz ativa). A poligamia é comum e praticada. Há homens que possuem 3 esposas e consequentemente 3 famílias. O sustento dessas famílias depende muito da situação financeira do marido, que por muitas vezes não consegue assistir de forma adequada todos os filhos ou esposas que possui. Essas esposas por sua vez, precisam buscar meios de subsistência através do plantio de alimentos ou de comércio informal.

Uma outra observação interessante é que, não é raro encontrar famílias com filhos gerados em relacionamentos anteriores dos pais. Em áreas consideradas “rurais”, a mulher parece definir melhor seu papel e se firmar diante a sociedade quando tem um filho. Também nessas áreas o papel do marido, por vezes, é visto apenas como aquele que pode amparar e cuidar da mulher, o que faz a poligamia ser aceita por eles.

Bom, creio que vou ficando por aqui para não lhe cansar muito meu amigo(a)...
Peço que continue em oração comigo, para que as famílias moçambicanas sejam estruturadas no temor do Senhor, estruturadas de forma a gerarem cada vez mais cidadãos honestos, dignos e competentes...

Grande abraço, e novamente Kanimambo!

26 de jan de 2009

Relatório - Janeiro


Paz do Senhor Igreja!
Sendo este o primeiro relatório de 2009, quero novamente agradecer pelas orações e pelo apoio durante todo o ano que passou, pois não se desce em um poço sem que haja alguém para segurar as cordas da oração, do sustento e amizade.

A passagem do ano foi muito abençoada, estivemos em vigília a noite toda e praticamente toda a igreja compareceu. Ali em oração, derramamos nossas lágrimas pela cura desse povo e de toda essa nação. A Alegria do Senhor realmente veio sobre nós, e pudemos sentir a Sua força. Os irmãos saltavam e dançavam de felicidade. Foi tremendo!

Já faz algum tempo que oramos por uma família de “ziones” (religião tradicional que pratica o curandeirismo e que crê e invoca aos “mortos”), mas eles, porém, nos proibiram de visitá-los e até mesmo convidá-los para a igreja. Mas sabemos que Cristo e poderoso para trazer vida nova e abençoar a todos.

Uma mulher dessa família esteve internada no hospital por vários meses e agora foi enviada de volta para que recebesse cuidados em casa. Pois ela já não falava, não via, não ouvia e nem se movimentava. Assim, enviaram um convite à igreja, pedindo nossa ajuda, visita e oração. Fiquei muito feliz e atendendo o convite na mesma hora, reuni alguns irmãos e caminhamos até a casa deles.

Assim que cheguei cumprimentei toda família e fui até onde a mulher estava, e me partiu o coração em vê-la naquela situação... Enrolada em um lençol, deitava sobre uma esteira em um lugar escuro e bastante sujo. Vi que ela respirava com muita dificuldade, imóvel, com a boca aberta e os olhos parados, arregalados e secos. A ungi com óleo no nome de Jesus, oramos e fomos embora, marcando outra visita para o dia seguinte.

Retornando no dia seguinte, reuni a família que estava presente e abrindo ali a Bíblia, preguei sobre Jesus Cristo. Oramos pela família e seguimos em frente para também orar pela mulher; assim que entrei, notei que ela estava dormindo bem tranqüila. E logo que todos se reuniram ao nosso redor, os irmãos que foram comigo começaram a chorar ao vê-la se erguendo sozinha e se colocar sentada. Quando a toquei para ungi-la e orar, ela abriu os olhos bem devagar, e os moveu como se estivesse procurando quem a tocava. Jesus estava fazendo algo maravilhoso, pois no dia anterior ela sequer se movia. Saímos dali louvando a Deus pela grande obra que estava acontecendo diante de nós.

Orem conosco irmãos, para que a cura desta mulher seja completa e que toda família dela venha ao conhecimento da Verdade! Orem conosco, pois logo no dia seguinte, alguns familiares, ziones e curandeiros começaram a pressionar família para que eles não buscassem mais a ajuda em nossa igreja e de Jesus.
Isso é bastante triste, já comentei em outros relatórios que muitos não abandonam completamente as tradições e costumes por temerem os “espíritos” e as pressões da família. E esta família infelizmente está passando por isso, uns desejam conhecer a Jesus, enquanto alguns os proíbem. Não nos permitindo ir a suas casas orar ou ensinar. Orem por nós irmãos. Para que possamos ter acesso às casas para orar, falar sobre Jesus Cristo e sua Palavra.

Também peço pela missionária Carmen, que está aqui conosco cuidando das crianças, ela tem tido problemas de circulação e sentindo muitas dores nas pernas. Dias atrás estive com alergia, mas não sei exatamente do quê, mas tenho tomado os medicamentos e já estou bem melhor. Orem pela nossa saúde.

No mais, tudo está bem, graças a Deus! Continuamos a marchar.

Em breve começaremos o estudo para que os novos convertidos sejam preparados para o batismo, orem para que muitos outros sejam salvos, e nós tenhamos sabedoria e discernimento para os ensinar no temor do Senhor.

12 de jan de 2009

Série - Realidades de Moçambique

Olá novamente!
Esses dias estarei colocando aqui uma série de informações (bastante resumidas) que dizem respeito a Moçambique; pequenas coisas sobre sua cultura, economia, religião etc.

Grande abraço!

Topico I - ALIMENTAÇÃO


I° Tópico da Série - Realidades de Moçambique.

Geralmente, quando ouvimos falar em África, logo nos vem à idéia um povo que enfrenta grandes dificuldades estruturais, sociais e econômicas. Isso realmente não foge muito a realidade do que vivemos aqui no dia a dia.

Tanto aqui em Moçambique, como em qualquer outro lugar do mundo, precisamos considerar que existem áreas e áreas, e que alguns locais nem sempre apresentam as mesmas necessidades de outros. Cada área tem uma característica específica e barreiras a serem vencidas.

Vamos fazer aqui pequenas considerações sobre o valor da ALIMENTAÇÃO em Moçambique, e compará-lo com os valores do Brasil, ok?

A cozinha de Moçambique é bastante saborosa e diversificada. A base da alimentação é feita de CHIMA, fubá de milho branco cozido ou Arroz, que por sua vez são acompanhados do CARIL, que é uma espécie de caldo que pode ser feito dos mais diversos ingredientes: tomate, repolho, couve, frango, peixe ou camarão. Também fazem muito uso do coco ralado e do amendoim na preparação de outros pratos típicos como a Matapa, Chiguinha, Nboa, Kakana e Ntseke.

Hoje, cerca de 70% da população de Moçambique vivem abaixo da linha da pobreza*. E muitos, por não ter melhores condições de elimentação, fazem seu Mata-bixo (café da manhã) às 11 ou 12Hrs e jantar por volta das 19. No Mata-bixo, come-se pão com chá, e no jantar podem se servir de Chima ou Arroz branco, acompanhado de algum Caril ou salada.

As famílias aqui são bastante numerosas, e usarei como exemplo uma família de aproximadamente 4 a 6 pessoas. Se formos calcular uma alimentação simples durante 1 mês, uma família moçambicana pequena e de poucos recursos consumiria aproximadamente:
4 Kg. Açúcar
4 Kg. Amendoim
8 Kg. Arroz
10 Kg. Farinha Milho Branco
4 Frangos
3 Lt. Óleo
35 Pães
6 Kg. Tomate

No Brasil, a mesma compra sairia em torno de R$ 89,30, aprox. Mzn 933,18.***
Já em Moçambique, o valor desta compra é de R$ 165,93, aprox. Mzn 1.733,96.**

Justamente aí que percebemos um problema.

O salário de Moçambique é aproximadamente 4 vezes menor que o salário do Brasil; e o valor da comida aqui é em média o dobro do valor brasileiro.

O Salário Mínimo de Moçambique hoje é um pouco acima de Mzn 1.500,00 (R$ 143,50). E assim pergunto: - Como um pai sustenta sua família? Como paga pela manutenção de sua residência? Pelo vestuário dos filhos? Pelos gastos extras com possíveis eventualidades?

Gostaria que você meditasse nisso, para em breve falarmos mais sobre isso.

E gostaria que orasse comigo, para que Deus sustente essa terra, e que as lideranças nacionais venham a governar para o bem de toda a população e que nós, missionários cristãos, possamos ser usados para abençoar e influenciar esta gente.

Grande abraço e Kanimambo!
-----------------------------
Referêcias:
* Segundo Index Mundi. http://www.indexmundi.com/
** Eu mesmo tenho acompanhado os valores desses itens. (Jan. 09)
*** Segundo DIEESE Brasil (dez. 2008) http://www.dieese.org.br/

5 de jan de 2009

Mais um ano se foi...



É, mais um ano se foi e cá estamos nós, pleno 2009!

Já notou que com o passar dos anos, mais rápido o tempo se vai?

Isso é na verdade o cumprimento da Palavra, que diz "que os últimos dias seriam abreviados", note que abreviar nem sempre tem o mesmo sentido de 'acelerar'. Abreviar também nos traz a memória um acontecimento que logo virá.... pense bem, qual seria?

Quero trazer a você uma teoria simples e pessoal...

Nota-se que quando um trabalhador está na linha de produção, ele repete o dia todo uma única função. Assim sendo, ele faz a mesmíssima coisa durante o todo mês, todo o ano. Nada de extraordinário lhe acontece para que esse tempo seja marcado nas lembranças, pois nossa memória não se preocupa em guardar aquilo que nao é relevante...

Então meu amigo, se você concorda que o ano passou mesmo muito depressa, significa que você continua um pouco 'parado' na linha de produção da sua vida.

Recomendo que reúna-se com sua família, visite aqueles parentes e amigos que não vê a décadas. Convide sua esposa para sair e para jantar fora, vão ao cinema ou ao teatro... Refresque a cabeça e dêem boas risadas lembrando das grandes histórias de vocês dois.

E sua bicicleta, onde está? Vá pedalar um pouco e sentir o vento bagunçar seus cabelos. Amigo(a), você tem tudo o que precisa para ter o melhor ano de sua vida. Depende de você!

Faça deste ano o melhor ano de todos. Que este seja o ano em que Cristo possa ajudar você a sorrir mais. Você pode, Cristo pode.

Abraços, e Kanimambo!
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Vídeo não pode ser exibido.